Integração de vendas online e offline

Vendas pelo site e no ponto de venda compartilhando o mesmo banco de dados

Integração de vendas online e offline

O aumento do uso de smartphones, a melhoria dos serviços de internet móvel e a popularização da internet residencial de banda larga trouxeram como resultado um cenário bastante propício ao e-commerce no Brasil. Ano após ano, a quantidade de compras digitais se multiplica, hoje já ultrapassando a faixa dos 50 bilhões transacionados ao ano segundo dados da agência Ebit. Essa configuração, que já dura alguns anos, fez com que muitos negócios surgissem na internet e se estruturassem muito rapidamente sem sequer possuirem lojas físicas, como mostram cases como a Netshoes e o Submarino, grandes players de varejo que só existem no online. Enquanto a internet se oferece como possibilidade inegável para negócios nativos digitais, a sua potência ainda desestabiliza alguns negócios mais convencionais, como as lojas físicas que têm dificuldade de manter a venda tradicional e implementar um e-commerce paralelo.

O primeiro entrave enfrentado por vendedores tradicionais ao disponibilizar os seus produtos na internet é que o seu estoque de produtos é apenas um e os seus canais de venda são dois, geridos por ferramentas diferentes que não se comunicam, o que pode gerar ruído e retrabalho. Pensando nesse tipo de problema, nós desenvolvemos uma solução de e-commerce capaz de ser integrada a sistemas de gerenciamento de venda física, permitindo que tanto as vendas no ponto físico quanto as vendas via web consumam o mesmo estoque. Essa forma de trabalho esteve em funcionamento no Porto Verão Alegre de 2019. Ao longo de dois meses, o site do evento disponibilizou ingressos para quase 300 atrações enquanto, paralelamente, outros 16 pontos de venda espalhados pela cidade faziam a mesma comercialização. A integração permitiu a emissão de relatórios de venda unificados e o controle das vendas on e off via painel em tempo real.

No caso do Porto Verão Alegre, tanto o sistema de venda física quanto o sistema de venda online haviam sido desenvolvidos pela Mais Shows. No entanto, é possível instalar o mesmo recurso de controle cruzado em sistemas desenvolvidos por terceiros, sendo necessário, para isso, um breve estudo de cenário seguido de um curto período de integração. Integrados, os canais de venda oferecem, primeiro, a possibilidade de aumento de vendas sem perda de controle: o Porto Verão Alegre, por exemplo, teve a sua melhor edição em vendas aplicando este recurso pela primeira vez. Além do aumento de vendas, a integração possibilita um melhor acompanhamento sobre as vendas nos múltiplos canais e um rastreamento mais completo do perfil de cada consumidor: é possível identificar todas as vendas feitas a um mesmo usuário independente de onde ele tenha comprado, sendo possível gerar um big data mais preciso para embasar estratégias futuras.